COMO O AMOR DO PAI INFLUENCIA NA PERSONALIDADE DA CRIANÇA?

COMO O AMOR DO PAI INFLUENCIA NA PERSONALIDADE DA CRIANÇA?

Dentre vários fatores, o amor de pai é um dos que mais contribuem para o desenvolvimento e a personalidade da criança. Ele influi na forma com que os filhos vão construir relações sociais e se mostrar para o mundo.

Entenda aqui como a relação entre pai e filho pode auxiliar no crescimento de uma criança e na sua personalidade quando adulta e descubra o quão importante é essa relação para o desenvolvimento humano.

A influência do pai nas relações humanas

A mãe possui grande influência no desenvolvimento de seus filhos e a sua presença é essencial para a estruturação das competências sociais e cognitivas da criança, principalmente na primeira infância, de três a sete anos..

O relacionamento paterno, no entanto, tem demonstrado ser igualmente importante nas relações humanas

 

O “imprinting sexual”

Quando crescem, as meninas tendem a escolher parceiros que sejam fisicamente parecidos com seus pais (o chamado imprinting sexual). Essa tese foi defendida por  uma pesquisa realizada pela Universidade de Pécs, na Hungria.

Os resultados do estudo demonstram correlações significativas entre os parceiros e seus sogros em relação aos traços faciais (principalmente nariz e olhos). A pesquisa mostra, também, que esse imprinting desaparece quando a mulher não manteve uma boa relação com seu pai, sugerindo que a experiência influencia nessa associação e, não somente, a carga genética.

 

Estruturação psíquica e relações afetivas

Quando uma criança nasce, o seu vínculo com a mãe é enorme. Para Freud, a introdução do elemento masculino na vida da criança é o que irá promover a “quebra” dessa relação.

Esse fator é crucial para que a criança aprenda a lidar com o sexo oposto e a direcionar-se em suas relações afetivas. Para muitos estudiosos, o pai, ao “separar” a mãe e a criança, está contribuindo para que ela não fique dependente da relação primitiva entre mãe e filho, o que constitui em uma maior estruturação psíquica do indivíduo.

 

A presença do pai no cotidiano da criança

No cotidiano da criança, o pai possui diversas responsabilidades. Entre elas, o pai deve estabelecer limites, estimular o desenvolvimento do caráter; ajudar na constituição da autoimagem, incentivar a construção da confiança e da autoestima e auxiliar no aprendizado do amor a dois.

 

Além do exemplo

O comportamentos do pai auxiliam não somente na formação emocional e mental de seu filho, como também em outros fatores em sua vida. Um estudo  do M&K Health Institute, no Japão, demonstra que o ato de fumar dos pais influencia na trajetória hormonal das filhas mulheres. É possível, inclusive, que o hábito estimule a entrada precoce da menopausa.

Para os pesquisadores, o tabagismo na época da concepção pode afetar o desenvolvimento do embrião e as células do esperma, o que poderia levar a estes efeitos na vida da mulher.

 

Amor de pai e a personalidade do filho

A rejeição paterna também possui um papel de peso no desenvolvimento de crianças e adolescentes. Casos de rejeição foram associados a filhos com maior hostilidade, instabilidade emocional, sentimentos de inadequação e uma visão negativa frente a diversas situações.

Ainda,  o carinho recebido pelo pai demonstra ser preponderante para o desenvolvimento da capacidade empática. Ele é essencial para o desenvolvimento do filho e relaciona-se a diversos fatores relativos à infância e idade adulta.

Por isso, mantenha-se presente na vida de seus filhos e garanta maior bem-estar para sua família!

 

Fernando Dias é pai de 2 princesas, Duda e da Gabi. É fundador do curso “Vou Ser Pai. E agora?”, executivo no segmento de previdência complementar e piloto de parapente nas horas vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *